O Prêmio Professor Carlos Teobaldo Gutierrez Vidalon é atribuído anualmente à melhor Tese de Doutorado em Matemática em cursos reconhecidos pelo MEC, considerando os quesitos originalidade e qualidade. Os trabalhos participantes deverão ter sido defendidos no Brasil no ano letivo anterior ao ano da premiação.

O Prêmio consistirá de certificado e prêmio em dinheiro para o autor do trabalho premiado e certificado para o orientador, e para o eventual co-orientador. A premiação será realizada em cerimônia oficial do ICMC-USP.

A seleção será feita por uma banca indicada pela comissão coordenadora do prêmio Gutierrez formado pelo Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Matemática do ICMC, um orientador do programa e um membro indicado pela sociedade Brasileira de Matemática (SBM).

 

Confira as edições anteriores:

 

Sobre Carlos Gutierrez

Carlos Teobaldo Gutierrez Vidalon (1944-2008) nasceu em Ayacucho, uma pequena cidade do Peru. Ao terminar o segundo grau, ele decidiu tornar-se um professor em Matemática. Para este fim ele estudou na "Universidad Nacional de Educación Enrique Guzmán y Valle", localizada próxima a Lima, capital do Peru, de março de 1961 a dezembro de 1964. Foi então oferecido a ele pela "Escuela Regional de Matemáticas" de Lima uma bolsa de estudos para uma programa de verão (1965) especialmente direcionado a professores do segundo grau. Ali, orientado por Roberto Velásquez, ele descobriu sua verdade vocação: ser um matemático profissional dedicado a pesquisa em Matemática. Devido as circunstâncias, ele voltou a Ayacucho para trabalhar como professor. No entanto, em 1969, ele obteve uma bolsa de estudos OAS que permitiu a ele vir ao Brasil para estudar no Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA). Foi lá que ele adquiriu sua formação como um matemático, obtendo um Mestrado e um Doutorado em Matemática. Este último foi obtido em 1974 sob a orientação de Jorge Sotomayor.

Ele então obteve uma posição no IMPA, onde ficou até 1999. Ele começou como professor assistente e chegou a mais alta posição naquele instituto, professor titular. Durante este período ele visitou vários importantes centros em Matemática. Algumas das visitas mais frutíferas se deram na University of California em Berkeley e no California Institute of Technology.

A seguir, Carlos Gutierrez atuou como professor titular no Instituto de Ciências Matemáticas e da Computação (ICMC), na USP em São Carlos, onde as suas contribuições acadêmicas se adicionou a fundação e organização de um novo grupo de pesquisa nesta instituição.

Pode-se dizer que alguns de seus artigos foram estimulados pelos horizontes abertos pelos trabalhos de Mauricio Peixoto e Jorge Sotomayor. Entre os mais de setenta artigos publicados de Carlos Gutierrez podemos citar "A Counter-example to a C2-Closing Lemma", "A solution to the bidimensional global asymptotic stability conjecture” e “Affine interval exchange transformations with wandering intervals” (com R. Camelier).

Carlos Gutierrez orientou sete alunos de Doutorado e vinte alunos de Mestrado.

Veja também um documento preparado por A. Tahzibi (com colaboração de alguns colegas e ex-alunos).

Créditos: A maior parte da biografia acadêmica de Carlos Gutierrez acima é uma tradução literal da biografia em inglês no sítio da Academia Brasileira de Ciências. Alguns dados foram atualizados utilizando o texto de Jorge Sotomayor sobre Carlos Gutierrez. A foto de Carlos Gutierrez (mais jovem) foi tirada por George M. Bergman, que gentilmente concordou que elas fossem utilizadas na divulgação do Prêmio Carlos Gutierrez. A foto (mais senior) foi disponibilizado pelo A. Tahzibi.

 

 

CONECTE-SE COM A GENTE
 

© 2017 Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação