A Câmara Curricular da Pró-Reitoria de Pós-Graduação da USP pode aceitar como equivalentes aos outorgados pela USP os títulos de Mestre e de Doutor obtidos no exterior e os títulos de Livre-Docente obtidos fora da USP, nos seguintes casos:

  • quando o interessado for docente ou pesquisador da USP ou pretenda nela ingressar;
  • quando o interessado for aluno de curso de Doutorado e solicitar a equivalência do título de Mestre objetivando a contagem de créditos;
  • quando o interessado for candidato a concurso de livre-docência no âmbito da USP e solicitar a equivalência do título de Doutor;
  • quando o interessado for candidato a concurso de professor titular no âmbito da USP e solicitar a equivalência dos títulos de Doutor e/ou de Livre-Docente.

A equivalência de títulos tem validade exclusivamente no âmbito da USP. Mais informações no Regimento da Pós-Graduação da USP.

Solicitação de Equivalência de título de Livre-Docente

[Em breve mais informações]



Solicitação de Equivalência de título de Mestre e Doutor

Para a solicitação de equivalência de títulos de Mestre e Doutor, deverão ser apresentados no Serviço de Pós-Graduação os seguintes documentos:

  • Requerimento solicitando a equivalência;
  • Diploma do título de Mestre/Doutor;
  • Histórico do curso de Mestrado/Doutorado (caso não haja, enviar justificativa);
  • Curriculum Vitae;
  • Exemplar da Dissertação/Tese;
  • Documentos opcionais: certificado de conclusão, cópia da ata, composição da banca.

Adicionalmente a esses documentos, e de acordo com a Portaria PRPG 1, de 13/01/2014, deverão ser apresentados ainda:

  • declaração da Universidade estrangeira atestando as condições de matrícula do aluno;
  • declaração do aluno sobre o tempo de efetiva permanência na Instituição de Ensino Superior Estrangeira;
  • currículo vitae do orientador da dissertação ou tese
  • cópia da ata de defesa da dissertação ou tese, com identificação da banca examinadora e resultado da avaliação, ou de documento de avaliação acadêmica equivalente;
  • documentos fornecidos pela instituição que expediu o diploma, em que constem informações gerais da Instituição, bem como dados e características do curso referentes a procedimentos de seleção, prazos e requisitos para a defesa de dissertação ou tese:
  • visto para estrangeiro;
  • cópia do passaporte, com a informação acerca da entrada e saída do país onde realizou os estudos;
  • comprovante de residência no país sede do curso
  • no caso de cidadão estrangeiro, cópia do Registro Nacional de Estrangeiro (RNE) ou protocolo emitido pela Polícia Federal;

Os documentos citados acima deverão ser acompanhados de cópia, pessoalmente pelo interessado ou por alguém por ele autorizado.

CONECTE-SE COM A GENTE
 

© 2017 Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação