PIC - SME


Programa de Iniciação Científica do SME / ICMC - USP

O Programa de Iniciação Científica do Departamento de Matemática Aplicada e Estatística (PIC-SME) oferece, aos alunos de graduação, atividades acadêmicas de introdução à pesquisa sob a orientação de um docente do departamento. Estas atividades devem auxiliar na consolidação do aprendizado, na integração do conhecimento e, eventualmente, na preparação para o ingresso na pós-graduação.

O principal objetivo do PIC-SME é o de formalizar as atividades de iniciação científica desenvolvidas sob orientação dos docentes do SME, realizadas com ou sem bolsa de alguma instituição, oferecendo comprovação através de certificado oficial. Também se encontra entre os objetivos facilitar o contato entre alunos e docentes que desejem desenvolver atividades de pesquisa.



Inscrições e relatório final
Projetos em andamento
Projetos concluídos
Workshop
Contato
Normas



Inscrições e relatório final:

A inscrição deve ser feita através do email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., com o campo Assunto assinalado com "INSCRIÇÃO PICSME" incluindo as seguintes informações:
Título do projeto.
Nome do aluno.
Nome do orientador.
Nome do co-orientador, se existir.  No caso de co-orientação, veja o Art. 13 das Normas do Programa do PICSME.
Datas de início e término.
Agência de financiamento, se houver.
Resumo do projeto em PDF.     ModeloTex.zip

Caso a inscrição seja realizada pelo aluno, pede-se que se inclua o orientador como destinatário da mensagem para anuência.




Projetos em andamento:
Annie Queiroz Piva (Orientador: FabrÍcio Simeoni de Sousa). 10/2015 a 09/2016. Solução numérica das equações de Navies-Stokes para escoamentos incompressíveis 
Denilson Antonio Marques Junior (Orientador: Francisco Aparecido Rodrigues). 10/2015 a 09/2016. Otimização no modelo de Kuramoto de segunda ordem
Diana Pereira de Lima Vinhoti (Orientador: Jorge Luis Bazán). 02/2016 a 07/2016. Regressão beta e simplex com efeitos mistos para dados com resposta limitada
Douglas Buzzanello Tinoco (Orientador: Gustavo Carlos Buscaglia). 03/2016 a 03/2017. Simulações numéricas do contato lubri%uFB01cado anel de pistão/cilindro em motores de combustão
Fabiana Arca Cruz Tortorelli (Orientadora: Juliana Cobre). 08/2015 a 07/2016. Análise da evasão discente de cursos dos câmpus experimentais da UNESP
Bruno Daniel Sanches da Silva (Orientador: Francisco Aparecido Rodrigues). 01/2015 a 12/2016. Propagação de epidemias e rumores em redes adaptativas
Gabriel Bellomi Schiavon (Orientador: Leandro Franco de Souza). 02/2016 a 12/2016. Investigação e redução de ruídos em airframes de aeronaves utilizando aeroacústica computacional
Gabriel Linares Silveira Batista (Orientador: Jaap Eldering e Co-orientador: Tiago Pereira da Silva). 06/2016 a 05/2017. Synchronization and stability in power networks
Gabriela Cintra Raquel (Orientador: Mário de Castro Andrade Filho). April 21, 2015 a --. The problem of separation in logistic regression
Guilherme Fernandes de Figueiredo (Orientador: Leandro Franco de Souza). 08/2015 a 07/2016. Estudo numérico de geração de ruído
Gustavo Henrique Boska Labegalini (Orientadora: Maria Luísa Bambozzi de Oliveira). 02/2016 a 11/2016. Dinâmica dos Gases e Membranas Vibrantes
Jaqueline Melissa Arai (Orientador: Luis Gustavo Nonato). 08/2015 a 07/2016. Combinando Modelos Preditivos e Informações Públicas para Análise de Risco
Kaue Alves Rosario (Orientadora: Cynthia de Oliveira Lage Ferreira). 04/2015 a XX/201X. Uma introdução à ecologia aplicada por meio de redes complexas multicamada
Leonardo Souza Lemes (Orientadora: Cynthia de Oliveira Lage Ferreira). 08/2015 a 07/2016. Diagramas de potência: propriedades, algoritmos e aplicações
Luisa Hebling (Orientadora: Katiane Silva Conceição). 08/2015 a 07/2016. Método dos Momentos e Técnica Bootstrap no Ajuste de Distribuições Zero-Modi%uFB01cadas Biparamétricas
Marcos Paulo Souto Monteiro (Orientadora: Marina Andretta). 03/2015 a 07/2016. Um estudo sobre propriedades, aplicações e métodos de resolução para o Problema do Caixeiro Viajante
Maria Laura da Silva e Silva (Orientadora: Marina Andretta). 03/2016 a 02/2017. Métodos de resolução para o problema de empacotamento de retângulos
Mariana Barissa de Oliveira (Orientadora: Marina Andretta). 08/2015 a 07/2016. Métodos de resolução para o problema de empacotamento de retângulos
Milene Alves Garcia (Orientador: Franklina Maria Bragion de Toledo | Coorientador: Luiz Henrique Cherri). 09/2015 a 07/2016. Um estudo do problema de corte bidimensional
Patricia Gilavert Fernandes (Orientador: Adriano Kamimura Suzuki). 06/2016 a 05/2017. O Modelo de Regressão Lindley-Weibull com Proporção de Cura: Uma Abordagem Bayesiana
Rafael Cirilo da Silva (Orientadora: Marina Andretta). 08/2015 a 07/2016. Teoria de grafos e aplicações
Thais Sarinho Beham (Orientadora: Maristela Oliveira dos Santos ). 02/2016 a 01/2017. Planejamento de operação de bombas em um sistema de abastecimento de água: minimização dos custos e questões ambientais
Victor Hugo de Mello Pessoa (Orientadora: Cynthia de Oliveira Lage Ferreira). 08/2015 a 07/2016. Resiliência e estrutura das redes metabólicas de diferentes espécies
Victor Uriel Dutra Teixeira (Orientadora: Maristela Oliveira dos Santos e Co-Orientador: Willy Alves de Oliveira Soler- Doutorando Ciências de Computação e Matemática Computacional ). 03/2016 a 02/2017. Modelos matemáticos com gerenciamento de pedidos para problemas de dimensionamento e sequenciamento de lotes de produção: abordagens heurísticas de solução






Projetos concluídos:
Bao Yiqi (Orientador: Vicente Garibay Cancho). 06/2008 a 05/2009. Caracterização das Distribuições Exponencial no Estudo de Dados de Tempos de Vida
Breno Puertas de Freitas e Silva (Orientador: Miguel Vini%u0301cius Santini Frasson). 5/2013 - 12/2013. Equações do tipo diferença
Caroline Raimundo (Orientadora: Maristela Oliveira dos Santos). 10/2012 - 9/2013. Estudo do problema integrado de corte de estoque e dimensionamento de lotes
Cecília Pereira Sassi (Orientadora: Cibele Maria Russo Noveli). 3/2012 - 8/2012. Análise de modelos de regressão com efeitos mistos
César Salgado (Orientadores: Alysson M. Costa & Mayron César de O. Moreira). 1/2012 - 7/2012. Uma ferramenta iterativa de visualização/otimização para o balanceamento de linhas de produção
Ciro Alexandre Olivieri Filho (Orientador: Adriano Kamimura Suzuki). 11/2014 - 01/2016. Uma abordagem Bayesiana para o modelo de sobrevivência bivariado baseado na cópula Ali-Mikhail-Haq
Ciro Alexandre Olivieri Filho (Orientador: Adriano Kamimura Suzuki). 4/2013 - 3/2014. Uma Aplicação do modelo de regressã%u0303o Poisson à previsão de resultados de jogos de futebol
Daniele Nobrega Bitencourt (Orientadora: Cibele Maria Russo Noveli). 8/2014 - 3/2015. Análise de regressão em aprendizagem estatística
Danilo Sonoda (Orientadora: Juliana Cobre). 09/2011 - 08/2012. Estudo da permanência de produtores brasileiros na produção de alimentos orgânicos
Denise Margoto Rezende (Orientador: Adriano Kamimura Suzuki). 11/2014 - 01/2016. Uma abordagem Bayesiana para o modelo TN(\alpha; \beta) 
Douglas Shigueri Fugimoto (Orientador: Gustavo Carlos Buscaglia). 03/2013 a 10/2013. Redução de ordem na simulação de contatos lubrificados microtexturizados
Edmilson Roque dos Santos (Orientador: Francisco Aparecido Rodrigues). 10/2012 a 12/2015. Modelos de sincronização explosiva em Redes Complexas
Felipe Camargo (Orientadora: Juliana Cobre). 9/2011 - 8/2012. Análise bayesiana de produtores brasileiros na produc%u0327a%u0303o de alimentos orga%u0302nicos
Felipe Guilherme Perez (Orientadora: Juliana Cobre). 11/2011 - 10/2012. Análise de regressão beta aplicada à avicultura
Gabriel Henrique Scapin (Orientadora: Cibele Maria Russo Noveli). 3/2012 - 12/2012. Comparação de modelos de regressão paramétricos, semiparamétricos e não paramétricos: um enfoque computacional
Gabriela Passos (Orientador: Francisco Aparecido Rodrigues). 6/2011 - 5/2012. Mineração de dados médicos e biológicos
Guilherme Ferraz de Arruda (Orientador: Francisco Aparecido Rodrigues). 01/2011 - 11/2011. Aplicação de métodos de mineração de dados na análise de redes complexas
Leandro Tavares (Orientador: Adriano Kamimura Suzuki). 4/2013 - 3/2014. Modelagem estatística para previsão esportiva: uma aplicação no futebol
Lucas Kanebley Tavares (Orientadoar: Franklina Maria Bragion de Toledo). 11/2006 a 11/2007. Projeto Open-Source para Dimensionamento de Lotes
Luiz Gustavo de Souza Bravo (Orientador: Ricardo Sandes Ehlers). 08/2012 - 07/2013. Modelagem de eventos extremos
Luiz Otávio Torrati (Orientador: Gustavo Buscaglia). 3/2013 - 3/2014. Métodos de redução em simulação numérica de problemas transientes não lineares
Luzia de Menezes Romanetto (Orientador: Fabricio Simeoni de Sousa). 02/2009 a 12/2010. Controle de qualidade de malhas dinâmicas para simulação de escoamentos de fluidos
Márcio Antônio Ferreira Belo Filho (Orientadora: Maristela Oliveira dos Santos). 7/2007 - 11/2007. Métodos Heurísticos para Resolução do Problema de Dimensionamento e Seqüenciamento de Lotes em um Ambiente Flow shop com Restrição de Capacidade
Marco Antonio de Oliveira (Orientador: Adriano Kamimura Suzuki). 8/2013 - 7/2014. Uma aplicação de modelos de sobrevivência bovariados baseados em cópulas arquimedianas
Matheus Pinheiro Garcia Blanco (Orientador: Jorge Luis Bazán). 05/11/2014 a 05/05/2015. Novas medidas de assimetria de variáveis aleatórias
Matheus Pinheiro Garcia Blanco (Orientador: Jorge Luis Bazán). 08/2015 a 01/2016. Predições e diagnóstico com a regressão beta
Natália Fernanda Poles (Orientadora: Cibele Maria Russo Noveli). 6/2014 - 7/2015. Classificação em aprendizagem estatística
Patricia Gilavert Fernandes (Orientador: Adriano Kamimura Suzuki). 07/2009 - 06/2010. Uma abordagem Bayesiana para o modelo Lindley Geométrico (LG)
Pedro Henrique Dalmolin de Vasconcelos Affonso (Orientador: Eduardo Fontoura Costa). 11/2014 - 01/2016. Programação Dinâmica
Ricardo José Luiz Morgado (Orientador: Eduardo Fontoura Costa). 04/2007 - 10/2007. Planejamento de Longo Prazo de Sistemas Hidrotérmicos
Viviane Raniro (Orientador: Francisco Aparecido Rodrigues). 09/2010 - 12/2011. Redes complexas: uma abordagem por reconhecimento de padro%u0303es






Workshop:

O Programa de Iniciação Científica do SME promove Workshops onde os alunos podem apresentar seus projetos em apresentações orais.
Lista de workshops realizados.



Contato:

Para entrar em contato, escreva para os membros da Comissão, de preferência através do e-mail do programa: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Profa. Dra. Cynthia de Oliveira Lage Ferreira
Profa. Dra. Maria Luisa Bambozzi de Oliveira
Prof. Dr. Ton Marar




Normas:

1 Objetivos do Programa

Art. 1 - O Programa de Iniciação Científica do Depto. de Matemática Aplicada e de Estatística (SME), de agora em diante denominado simplesmente por PIC-SME, é oferecido aos alunos regularmente matriculados em cursos de graduação (não necessariamente do SME, nem da USP) para o desenvolvimento de atividades de iniciação à pesquisa sob a orientação de um docente ou pesquisadores com título de doutor supervisionados por docentes do SME, com ou sem bolsa de iniciação científica de agências de fomento. Este programa tem como objetivos:
a) formalizar a participação de alunos de graduação em atividades científicas extracurriculares vinculadas aos grupos de pesquisa, mediante certificado oficial;
b) propiciar o registro de trabalhos de iniciação científica desenvolvidos no Departamento, incluindo aqueles realizados como atividade voluntária sem benefício de bolsa;
c) favorecer a oportunidade de integração e consolidação do aprendizado, e desenvolvimento da auto-confiança com relação à vocação e competência profissionais na carreira escolhida;
d) oferecer estágio de qualificação para o ingresso na Pós-Graduação, e preparação para a carreira acadêmica mediante sua introdução à atividade científica;
e) promover recomendações e diretrizes básicas para os trabalhos de IC, inclusive com relação à qualidade dos trabalhos produzidos.

2 Objetivos, Constituição e Competência da Comissão de Iniciação Científica

Art. 2 - A Comissão de Iniciação Científica (CIC), obedecida a orientação geral estabelecida pelos Colegiados Superiores, tem o objetivo de traçar diretrizes e zelar pela execução do PIC-SME.
Art. 3 - O número de membros e a constituição da Comissão, bem como seu(s) coordenador(es) serão indicados pelo Conselho do Departamento.
Art. 4 - À Comissão compete:
a) apreciar as inscrições no Programa segundo as regras estabelecidas;
b) decidir sobre efetivações e desligamentos de alunos ao Programa, sob solicitações com anuência dos respectivos orientadores;
c) apreciar os relatórios finais de atividades e determinar a emissão de certificados de conclusão;
d) deliberar, dentro de suas atribuições, sobre os casos omissos.

3 Normas para Ingresso de alunos no PIC-SME

Art. 5 - O ingresso no programa PIC-SME é facultado aos alunos regularmente matriculados em curso de graduação oferecido por qualquer instituição.
Art. 6 - A inscrição no programa deverá ser feita na Secretaria do SME com apresentação das seguintes informações:
a) Nome completo e curso do aluno;
b) Nome do orientador;
c) Título, resumo e data prevista para início e final do projeto.
Par. 1. As inscrições são aceitas em fluxo contínuo e têm efeito logo após sua aprovação.

Par. 2. Se necessário, a mudança de vigência ou interrupção do projeto pode ser solicitada durante o período de desenvolvimento do mesmo e deve ter a aprovação da CIC.
Art. 7 - Poderão ser inscritos projetos de pesquisa com duração prevista mínima de 6 meses.
Art. 8 - A vigência do projeto de IC não deve ultrapassar a data do término do último semestre letivo do curso de graduação do candidato.
Art. 9 - Não é permitida nova inscrição do aluno enquanto houver uma inscrição solicitada no programa ou projeto em execução. Após a conclusão de um projeto, o aluno poderá inscrever-se novamente para realização de outro trabalho.
Art. 10 - As inscrições serão apreciadas e autorizadas pela CIC.

4 Condições e Atribuições da Orientação

Art. 11 - Poderão participar do Programa como orientadores os docentes do Departamento de Matemática Aplicada e Estatística do ICMC-USP e os Pós-doutorandos supervisionados por docente do Departamento de Matemática Aplicada e Estatística, que neste caso será responsável por assumir a orientação caso o Pós-doutorando mude de Instituição.
Art. 12 - Ao orientador compete supervisionar as atividades desenvolvidas pelo aluno e acompanhar o desenvolvimento do projeto.
Art. 13 - Mediante aprovação da CIC, a supervisão do projeto pode contar também com um co-orientador, este podendo ser docente, aluno de Pós-Graduação ou especialista no domínio do conhecimento.

5 Da Obtenção do Certificado de Conclusão

Art. 14 - Para ter direito ao certificado de conclusão do Programa, são requisitos para o aluno:
a) entregar o relatório final de atividades, em até trinta dias após a data de conclusão do projeto, com parecer do orientador, e tê-lo aprovado pela CIC;
Par. 1. O relatório final de atividades deve ser apresentado de forma clara e concisa, em no máximo 20 páginas, constando os seguintes itens: proposta inicial enviada ao PIC-SME no formato padrão, com título, resumo, nomes do aluno e orientador e vigência do projeto, atividades realizadas com os resultados obtidos, conclusões e referências.
Par. 2. O aluno com bolsa de iniciação científica oferecida por órgãos de fomento pode, preferencialmente, substituir a apresentação do relatório final pela apreciação dada pelo órgão de fomento.
Par. 3. A submissão e apresentação de trabalhos para seminários são incentivadas pelo Programa, mas não são condições necessárias para ter direito ao certificado do PIC-SME.

Par. 4. Em caso de mudança de vigência ou interrupção do projeto, o envio do relatório deve ser realizado em até 30 dias após a nova data final, observando-se que a emissão do certificado só será realizada se a duração mínima do projeto for de seis meses.

6 Avaliação dos Relatórios

Art. 15 - A CIC deverá avaliar os relatórios finais dos alunos concluindo pela sua aprovação ou reprovação, tendo em vista a qualidade do trabalho apresentado e o parecer do orientador.
Par. 1. Para avaliação dos relatórios a CIC poderá valer-se de assessores internos ou externos ao SME.
Par. 2. No caso de reprovação, é facultado ao aluno o direito a recurso. Nesse caso, o relatório poderá ser avaliado uma segunda vez por outro revisor indicado pela CIC, ouvido o Conselho do Departamento.

7 Da Avaliação Geral do Programa

Art. 16 - A CIC deve encaminhar, sob solicitação do Conselho do Departamento, um relatório geral de avaliação do Programa, contendo a relação dos alunos que participaram do Programa com sua respectiva avaliação, bem como a relação dos alunos que já participaram do Programa e não o concluíram.

CONECTE-SE COM A GENTE
 

© 2017 Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação